Suplemento alimentar X Alimento qual escolher?

Scroll down to content

Vivemos um momento onde o suplemento alimentar ganhou grande destaque. Hoje em dia, muitas pessoas – inclusive quem não precisa, faz uso de algum produto dessa natureza.

É batata (perdão pelo trocadilho)! A pessoa chega, faz matrícula na academia e já sai com um pote de suplemento que não sabe para que serve nem como tomar.

Eu como nutricionista pós-graduado em nutrição esportiva recebo questionamentos do tipo: Posso usar isso? Posso usar aquilo? O que você acha de tal suplemento? De tanto ser questionado, resolvi, fazer artigo.

E antes de dar início eu quero lhe fazer uma pergunta, caro leitor: Será que você realmente precisa de suplementos? A resposta, está no conteúdo a seguir.

Análise do termo “Suplemento Alimentar”

O termo suplemento alimentar remete diretamente à palavra suplementação. Se pegarmos um dicionário o significado da palavra suplementação é designado da seguinte forma: “Ação ou efeito de suplementar, de complementar, de suprir o que está em falta”.

Portanto, temos no uso do suplemento, complementar algo que nos falta, que não conseguimos obter através de uma alimentação adequada.

Exemplo na prática

Vamos pegar um biótipo normal. Um homem de 25 anos, estatura mediana de aproximadamente 1,75 pesando cerca de 78 quilos. Utilizando cálculos nutricionais consigo obter um resultado aproximado de GEB: Gasto energético basal de aproximadamente 2.200calorias.

Una-se à essas 2.200 calorias mais 400 calorias diárias e teremos um total de uma necessidade calórica de aproximadamente 2.600 calorias, ou seja, algo extremamente simples de ser conseguido apenas comendo comida.

Diferença entre comida e suplemento alimentar

Embora muita gente não consiga observar, existem diferenças notórias entre alimentos e suplementos, como pretendo mostrar aqui, agora!

Alimento

A comida de verdade, contém macro e micronutrientes, além de fibras em sua composição que poderão auxiliar na manutenção e garantir o funcionamento adequado do organismo. Falando a grosso modo, o alimento é um nutriente excelente, perfeito eu diria, uma vez que fornece tempo de absorção prolongada.

Todo e qualquer tipo de alimento de verdade, passa por processos de liberação enzimática, que faz com que o organismo funcione completamente para absorvê-lo da melhor maneira possível, evitando a escassez de nutrientes entre as refeições.

Suplemento

Suplementos na verdade são emaranhados de macronutrientes muitas vezes produzidos para absorção rápida. Falando a grosso modo, os suplementos podem ser utilizados para “apagar incêndio” em uma situação onde é preciso ingerir algo e não há alimento disponível.

Ao fazer uso de um suplemento (que na verdade é um complemento), a absorção será rápida e suprirá o organismo de maneira momentânea, de modo que dentro de um curto período de tempo, a sensação de fome certamente será sentida.

Quando usar suplemento alimentar?

Murilo, quer dizer então, que eu não posso usar suplemento alimentar? Não é isso, a questão é saber que na maioria das vezes você não precisa usar suplemento alimentar.

Pensando na pergunta anterior, separei algumas situações onde é o uso do suplemento alimentar se faz possível. São elas:

  • Alta necessidade energética – mais de 4.000 calorias diárias;
  • Necessidade de reposição de algum macronutriente após determinado tipo de treinamento;
  • Falta de tempo para fazer uma refeição.

Nas duas primeiras situações, a pessoa provavelmente é um(a) atleta. Já na terceira opção, muitas vezes quem faz jornada dupla ou tripla de trabalho, não tem tempo de sentar e fazer uma refeição e pode acabar optando pelo uso de algum suplemento alimentar.

Riscos de tomar suplemento alimentar

Você sabia que aquele pote de Whey pode te engordar? Ou então favorecer o acúmulo de gordura no fígado que pode evoluir para um cancro? Ou fazer seus rins deixarem de funcionar?

O mesmo vale para aquele carboidrato desnecessário que você toma, que pode fazer com que você desenvolva resistência à insulina e consequentemente se torne diabético do tipo II.

Queria que fosse mentira, mas é verdade. São muitos poucos os suplementos que funcionam com pessoas que não são atletas.

Tomar suplemento sem orientação de um nutricionista esportivo pode resultar em uma série de problemas de saúde, é isso mesmo, você se autocoloca em risco.

Dentre os principais estão:

  • Desenvolvimento de câncer;
  • Instalação de resistência à insulina ou diabetes tipo II;
  • Falência renal;
  • Desenvolvimento de esteatose hepática;
  • Sobrecarga do coração;
  • Arritmia cardíacas;
  • Infarto;
  • Morte.

A auto utilização de suplemento alimentar é perigosa e seu uso, depende diretamente do gasto energético, do usuário, assim como seus objetivos com o treinamento em que está praticando.

Por isso, se você quer emagrecer, está em busca de performance em determinada atividade física ou apenas quer ganhar massa muscular, consulte um nutricionista antes de fazer uso de suplemento alimentar, ele é o profissional mais indicado para lhe orientar nessa questão.

Ainda possui alguma dúvida sobre suplemento alimentar e alimentação? Deixe um comentário que terei prazer em responder seu questionamento.

Para mais informações sobre nutrição e nutrição esportiva, siga minha página no Instagram e curta minha página no Facebook.

Até o próximo artigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: